Preciosa – Uma História de Esperança

By Luis Carlos “Rapper” Archanjo

O filme Preciosa – Uma História de Esperança, do diretor afro americano Lee Daniels, indicado em seis categorias para concorrer à estatueta do Oscar de melhor: filme, diretor, atriz, atriz coadjuvante, roteiro adaptado e edição. Com ingredientes necessários a polêmicas pelo que retrata do que todos querem esconder de um mal universal de lares desestruturados, a condição de ser o primeiro diretor negro indicado para concorrer à premiação máxima da indústria cinematográfica dá o tom à campanha de otimismo em nome do que o filme pode contribuir para a vida de pessoas comuns de um mundo cada dia mais pragmático.

Preciosa é como se fosse uma viagem no tempo, para antes da representatividade do negro americano até na Casa Branca para todas as esferas de poder, onde o padrão de vida a partir de uma trajetória de sucesso que têm no casal Obama a imagem do homem e da mulher bem-sucedido até a crise do neoliberalismo econômico; quando se falava nos benefícios de uma economia globalizada incidindo na redução da pobreza do mundo e a entrada de pelo menos 200 milhões de pessoas na classe média, hoje a mais sensível à ameaça de vários fatores como: o esgotamento dos insumos energéticos, a escassez e o alto preço dos alimentos e a existência de uma desigualdade social muito grande e visível nas ruas de países pobres e ricos. Conseqüente dos desdobramentos do desaquecimento econômico, florescem os problemas sociais naquelas sociedades onde existe a brecha entre ricos e pobres para soluções dos problemas relacionados à violência física, abandono, negligência, violência psicológica, abuso sexual dando mais espaço para os casos do repertório de silêncio de lares habitados por vidas precárias da violência intrafamiliar e os desdobramentos na vida de crianças e adolescentes nos casos de gravidez na adolescência, mortes prematuras, violência doméstica, drogas e incesto.

Os Estados Unidos da América, diferentemente dos países que atacam as causas das mazelas sociais mediante políticas públicas do tipo estrutural, ou seja, políticas públicas voltadas para reduzir a distância econômica e, social para ricos e pobres, usa a estratégia de combater parcialmente a desigualdade mediante programas pelos quais os empregados têm parte nas empresas em que trabalham. Como sustentar esse tipo de programa numa economia em crise é a grande batalha do Presidente Obama, já que a fórmula norte americana (limitada pelo fator racial) baseia-se no esforço individual, em detrimento a qualquer outro questionamento da própria historicidade. Muitos são os apelos do presidente para reforma no sistema de saúde norte-americano, já que o desemprego abate sobre os lares americanos, com três pontos principais: fornecer seguro saúde a quem não tem, dar mais segurança aos que já possuem seguro e reduzir os custos com saúde de famílias e empresas.

Como se o momento da atual crise do sonho de vida americano o remetesse ao quadro da América Negra da década de 80, o diretor Lee Daniels e mais um grupo de afro americanos representante de uma elite negra afro americana onde temos a midiática milionária Oprah Winfrey e o aqui desconhecido escritor, ator, diretor, produtor até para cinéfilos, Perry Tiler como produtores executivos. Inspirado no livro da escritora afro-americana Sapphire, Push, escrito em 1996, em torno da afro-americana de dezesseis anos, Clareece “Precious” Jones moradora no Harlem. Logicamente o filme suscita questionamentos da comunidade negra por onde é exibido, pois desnuda para avaliação de todos os muitos questionamentos da figura do homem negro. Em adaptação que prevalece a visão do diretor, este não tenta amenizar, pelo que a história levada às telas do cinema tem de visão universal ao retratar o mundo cão do calvário da menina negra do Harlem. Queiramos ou não, Preciosa conta uma história parecida com a de várias adolescentes brasileiras em lares condenados pelos casos já citados dos caminhos da violência domestica desestruturando a vida familiar levando aos casos extremos de prejuízo mental e sintomas psicopatológicos do silêncio por n fatores da contaminação do núcleo familiar devido a transtorno psicológico, emocional, de personalidade e biológico por questão da cosangüineidade dos seus membros.

Preciosa – Uma História de esperança
Título Original: Precious – Based on the novel push by Sapphire
Produtor Executivo: Oprah Winfrey e Perry Tiler
Direção: Lee Daniels
Atores: Gabourey Sidibe, Mo´Nique, Rodney Jackson, Paula Patton, Mariah Carey, Lenny Kravitz
Gênero: Drama
Duração: 110 min
Ano: 2009

2 Respostas to “Preciosa – Uma História de Esperança”

  1. I simply want to mention I’m new to blogging and honestly loved your web-site. Almost certainly I’m planning to bookmark your website . You certainly come with beneficial articles. Appreciate it for revealing your blog.

    Curtir

  2. I just want to mention I am beginner to blogging and site-building and seriously savored this blog site. Probably I’m likely to bookmark your blog . You surely have terrific article content. Kudos for sharing with us your webpage.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: