Menor Armado

By Luis Carlos “Rapper” Archanjo

Quando dobro os meus joelhos
A Deus peço conselhos
Também peço inspiração
É que bebendo na fonte da saudade
Curti minha menoridade
Calça curta e pé no chão
Viajei no meu passeio na Mangueira
Nos tamborins da estação primeira
Derby Club quarta-feira
Meu flamengo campeão
Porque andando pelos becos da cidade
A miséria da má vontade me cortou o coração
Chorei por nossa infância abandonada
Por culpa da verba marvada
Que quando não chega atrasada
Alguém lhe meteu a mão
Só agora então
Os homens da nação
Perceberam que a coisa ficou preta
É que os querubins cresceram
E trocaram as escopetas pelos tamborins
Sabe-se Deus o que lhes deu alma nova
Por revanche
Ou por prova do motivo torpe da educação
É que riscaram o mapa do Brasil de pólvora
E acenderam os estopins
Por cada projeto na gaveta
Por todos de cada treta
Por tantos anos de enganação
Quem foi que disse por tolice?
Uma ova!
Vide demonstração de riqueza
Coloca salário na mesa
Vê?
Não dá pra pagar!?

Quem foi que disse essas crianças são ruins?
   Refrão       Quem foi que disse os meios justificam os fins?
 Quem foi que disse emudeçam os tamborins? [1]

Por vocês eu peço em cada oração
Pra que revertam o quadro do criador e da criação
Coloquem nos seus alvos
Câmera, luz, ação
Com comida na mesa
Com saúde e educação
Pra que batam latas pelos confins do Brasil
Pra que batam asas sob o céu azul anil
Tocando celestiais tamborins

Refrão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: